Você é semente estelar?

Bem-vinda, bem-vindo ao primeiro passo em sua jornada espiritual!

O planeta Terra é muito jovem em comparação com outros planetas e estrelas do universo, mas tem formas de vida muito complexas.

Considerando que viemos de hominídeos, os cientistas estão tentando descobrir o elo que falta em nosso DNA que promoveu a nossa evolução, mas ainda não o encontraram.

Acreditamos que a razão pela qual eles não descobriram o segredo do nosso DNA é porque existem componentes dele que não vêm deste planeta.

Civilizações antigas como os sumérios, os maias e os incas mostraram em seus registros a história de seres extraterrestres que vieram do espaço para ajudar os humanos a evoluir, assim como bancos de DNA que nos ajudaram a ter mutações para evoluir como seres.

Consideramos que houve uma intervenção extraterrestre desde o início da humanidade e muitos de nós viemos de outros planetas em uma missão na terra para contribuir como trabalhadores da luz.

Se você sempre sentiu que não pertence a este planeta, você não segue a multidão, possui sensibilidade às energias e sente grande atração pela dimensão espiritual, é possível que você seja uma semente estelar.

Você quer descobrir de onde vem? Por favor, siga nossos artigos.

Descubra sua origem de semente estelar:

Os seres extraterrestres que intervieram para a evolução da humanidade são nossos ancestrais. Eles são os chamados fundadores das grandes civilizações e culturas, e nos deixaram seus conhecimentos, para que possamos continuar a evolução da vida seguindo seus ensinamentos.

Você quer se lembrar desses ensinamentos e recuperar a sabedoria para dar continuidade à missão de trabalho da luz? Siga nossos artigos, onde ensinamos mais.

Retomar trabalho dos ancestros estelares:

Se você gostou do conteúdo que promovemos para ajudar as pessoas a empoderar sua vida espiritual, você pode explorar a próxima etapa desta jornada:

Ative suas habilidades de Semente Estelar!

Por que as sementes estelares estão encarnadas neste planeta?

Na Austrália, no ano de 1954, o astrônomo Joseph Pawsey, encontrou um ponto-fonte intenso próximo ao centro deste cinturão de Sagitário A, e percebeu que ele estava localizado bem no centro de nossa Galáxia. Mas os astrólogos maias sabiam disso há 4.000 anos.

Os navegadores Pleiadianos mais conhecidos como Maias diziam que desde o ano de 2012 começa um novo tempo para a humanidade, onde receberemos as emanações diretas do centro da galáxia, um grande buraco negro que está marcando o ritmo de toda a galáxia. Essas emanações diretas durarão 1000 anos.

As mudanças serão fortes e a terra precisa se preparar. Nossos 12 filamentos de DNA precisam ser ativados. Esse 97% do DNA que os cientistas consideram invisível, é aquele que está ficando ativo nas Sementes Estelares para evoluir suas consciências e ajudar a construir um novo planeta como agentes de cura, por isso temos cada vez mais Sementes Estelares encarnadas no planeta.

O poder oculto do nosso DNA!

Aos olhos do microscópio, os cientistas descobriram que existe uma parte do DNA que não é visível.

Apenas o 3% do DNA é visível e possível de ser explorado pela ciência.

Mas o 97% do DNA, os cientistas classificam-lo como irrelevante ou material aleatório, que é a parte do DNA não visível.

No entanto, com a visão energética percebemos o que é esta parte invisível do DNA e como operá-la.

Nesse DNA invisível há muitas informações que fazem parte do nosso inconsciente, da nossa memória ancestral e que contém todas as informações das nossas experiências, nossas vidas, nossos ciclos, nossos egos, os fractais que estão em outras dimensões e tudo aquilo que podemos experimentar como seres com alma.

Todas essas realidades estão conectadas em nosso DNA, que é nossa memória, que vida após vida arrastamos e que está gravada no DNA.

Lá também se encontra a memória da nossa família, que é o que incorporamos à nossa vida.

O que para os cientistas é DNA aleatório, nós, pessoas sensitivas, chamamos de DNA de semente estelar, aquele 97% que é invisível aos olhos dos céticos, nós podemos saber o que é.

É o material genético que guarda todos os segredos da nossa verdadeira origem, de como ativar todos os nossos poderes para termos plenitude em todos os aspectos da nossa vida, e de como nos libertar da matrix, deste rebanho de ovelhas mansas que são encaminhandas para o matadouro.

Os 12 filamentos de DNA estão relacionadas aos 12 chakras em nosso corpo. Ao ativar esses chakras, também podemos ativar nosso DNA de semente estelar.

A associação das sementes estelares é um curso de 6 meses onde ensinamos todas as técnicas de ativação.

As quatro fases do despertar da semente estelar

Quando se trata de despertar as habilidades da semente estelar, como é o caso da maioria das experiências espirituais, é quase impossível descrever totalmente em palavras o que isso significa. Porque as experiências espirituais são, de acordo com sua própria natureza, não lógicas, ou confinadas pelas limitações da linguagem.

Muito do que acontece quando você desperta suas habilidades de semente estelar não pode ser visto ou descrito com precisão, mas só pode ser sentido, vivido, testemunhado e experimentado.

Então, o que significa ter um despertar de semente estelar?

Alguns descrevem o despertar como o momento em que você abre seu coração para o universo e permite que um novo nível de luz entre, e começa a ver e experimentar uma compreensão mais profunda do que a vida realmente é.

Outros diriam que é o momento em que você se desconecta de suas histórias, supera o condicionamento e as crenças limitantes, permitindo que você comece a experimentar a resposta à sua pergunta:

“Quem sou eu?”

Não importa quais palavras sejam usadas, o despertar da semente estelar é um momento de transcendência e, com consciência, esse momento pode se estender, afetando todas as áreas de sua vida.

O despertar muda a maneira como você se move pelo mundo e permite que uma sensação de paz interior e tranquilidade governem suas ações e reações.

Estes são os 4 estágios do Despertar da Semente Estelar:

Primeiro Estágio: O Chamado do Despertar

O chamado para o despertar vem de muitas formas. O mais comumente compreendido é a experiência de perda, crise ou alguma tragédia. Quer se trate de morte, dificuldades financeiras, um acidente ou lesão, um divórcio, um desastre natural ou problemas de saúde, este toque de despertar é sempre inesperado.

Diante da crise, você pode parar de agir normalmente e entrar no modo de sobrevivência, muitas vezes incapaz de pensar em outra coisa senão na crise. Você é incapaz de absorver o que está acontecendo e se sente intensamente desafiado. Este tipo de chamada para despertar é frequentemente denominado “a noite escura da alma”.

O toque de despertar também pode ser um período prolongado de frustração com a vida.

É uma sensação inefável de que algo está faltando. Alguma coisa importante.

O chamado também pode ser um momento de reconhecimento ou lembrança. As coisas ficam mais claras e começam a fluir com mais facilidade e adquirimos um senso de propósito. Isso pode vir de uma conversa, um livro, uma prática espiritual ou um evento surpresa.

No entanto, o chamado de despertar alcança você e o empurra para uma fase de aprendizado, pesquisa e descoberta. Quando isso acontece, você de repente precisa saber, compreender e experimentar mais do que começou a sintonizar.

Você quer ler, falar sobre isso e sentir mais profundamente. Quanto mais tempo passa, mais urgente é sua necessidade de entender e integrar o que está acontecendo.

Segunda Etapa: Criação

Eventualmente, por meio de sua busca por mais informações e mais experiência, você pode chegar a um ponto onde você entende que a extensão total do que você está procurando não pode ser encontrada em livros ou mesmo através de mestres espirituais.

Você percebe que o que está procurando e ansiando é algo que só pode encontrar dentro de você.

Se você está se recuperando de uma crise ou perda, começa a sentir que, apenas talvez, havia um presente para você. Você começa a ver conforto nesta situação e compreende que a sua noite escura da alma foi uma espécie de presente, tentando impulsioná-lo para algo mais alto.

Esse dom, em primeiro lugar, se manifesta como a capacidade de ver a beleza e a graça do universo que são reveladas em sua vida. Freqüentemente, você tem que olhar para trás e ver como isso nos ajudou, mas no estágio da criação você está se fundindo cada vez mais com o fluxo e a capacidade de ver a perfeição em todas as coisas. Sua necessidade de rotular as coisas como certas e erradas, boas e más, diminui.

É agora que você começa a experimentar mais a presença e a sincronicidade. Não é que o sofrimento termine. Você ainda pode enlouquecer quando seus filhos deixam uma bagunça na cozinha ou pode ficar impaciente na fila do supermercado, mas também está aprendendo a parar de se identificar com esses sentimentos, a voltar à perspectiva do observador e permanecer no seu centro, confiante de que tudo está se desenrolando como deveria.

Terceiro Estágio: Conexão

Voltando cada vez mais à presença, você começa a experimentar quem e quais eram seus pensamentos. Este é um momento de dualidade e unidade. Você pode ver que seus pensamentos e sentimentos vêm e vão, suas reações vêm e vão, mas algo essencial está sempre lá.

Você pode se identificar com seus pensamentos e sentimentos. Você pode recuar e ver que não é realmente o que está pensando e sentindo. Você é eterno. Você está sempre lá, você não vai e vem. Você está firmemente ancorado em sua conexão com seu Eu Superior, com os reinos do Espírito e com o universo.

As coisas param de se tornar obstáculos e começam a se tornar eventos simples que chegam ao seu campo de consciência e depois vão embora. Em vez de ficar imerso em emoções e experiências desafiadoras, você pode simplesmente observá-las como aparências em seu mundo interior ou no mundo exterior ao seu redor.

Não é um estado robótico. O pensamento e o sentimento continuam. Você ama, ri, revira os olhos, mas sabe que é mais do que todas essas coisas. Você se identifica mais com o seu Eu Superior. Nesse estado, você fica mais calmo, mais feliz e mais centrado.

Quarta etapa: Integrando sua verdade

Nesse estágio, a experiência de quem você realmente é é mais estável e constante. Você se identifica cada vez menos como uma pessoa com problemas a resolver, e mais como um ser espiritual com problemas – que não são realmente problemas, mas apenas algo que está acontecendo.

Este é um momento de grande alegria porque você está muito conectado com o universo. É claro que você é Um com tudo e todos, profundamente conectado e entrelaçado com toda a vida.

Nesse estágio, as pessoas em sua vida podem começar a notar a vibração e a paz em seu rosto. Você ainda é a mesma pessoa que era antes, mas também é alguém inteiramente novo, porque sua compreensão é muito maior.

Você finalmente aprendeu a residir em seu coração, em vez de em sua cabeça.

Summary
Os 4 estagios do despertar da Semente Estelar
Article Name
Os 4 estagios do despertar da Semente Estelar
Description
Primeiro estagio: O chamado para o despertar Segundo estagio: A criação Terceiro estagio: A conexão Quarto estagio: A integração da verdade Encontre a nossa tecnica do despertar!
Author
Publisher Name
Meditação Alienígena
Publisher Logo